Atividades culturais

Viridiana

Viridiana Iván Zulueta

Contra a vontade dela e por ordem da madre superiora, Viridiana, uma jovem novata prestes a se tornar uma serva de Deus, deixa o convento para visitar seu benfeitor e único parente vivo, seu tio Jaime. Alertado que sua sobrinha em breve será definitivamente enclausurada, Dom Jaime, um viúvo fascinado pela semelhança que a noviça tem com sua falecida esposa, tenta seduzi-la. (Fragmento de Imanol Zumalde, em “Antología crítica del cine español”, 1906-1995, Madri, Cátedra / Filmoteca Espanhola, 1997, p. 511). O filme foi o vencedor da Palma de Ouro em Cannes (1961), um artigo publicado no “L'Osservatore Romano”, que o acusava de blasfêmia e sacrilégio, levou à demissão imediata do Diretor-Geral de Cinematografia e à proibição do filme. Não foi lançado na Espanha até 1977.

Photo Gallery

As part of

Entidades organizadoras

Entidades colaboradoras